Andanças, mais do que um Festival de Dança

Andanças, mais do que um Festival de Dança

Entre os dias 1 e 7 de Agosto, o Festival Andanças irá alegrar Castelo de Vide, sendo a música popular e a dança o principal meio de aprendizagem e intercâmbio entre as várias gerações que participam neste evento.

Este festival organizado pela PédeXumbo, foca-se essencialmente nas danças tradicionais de todo o mundo, considerando sempre a recuperação de tradições musicais e coreográficas, misturando-as com elementos contemporâneos.

andancas2009

Para além da dança, este Festival visa promover a visão sistémica e de ciclo-de-vida de produtos e serviços, na ótica do “zero desperdício”, contribuindo assim para um consumo e modos de vida mais sustentáveis. Se pretender saber mais sobre os princípios e compromissos ambientais do Andanças consulte este link.

Andanças1

A Associação PédeXumbo lança como tema O Desafio e, provocando encontros entre práticas tradicionais e artes emergentes, convida a um olhar criativo sobre arte e sociedade. A programação continua extensa e diversificada, com cerca de 80 atividades por dia, permitindo que cada participante crie o seu próprio percurso dentro do festival.

Este ano, o espaço Andanças contará com 10 palcos com atividade em simultâneo. 6 palcos serão especialmente destinados às oficinas de dança e aos bailes; 3 palcos para concertos e 1 palco para a programação destinada a crianças e famílias.

862714

Haverá mais de 50 grupos e projetos musicais a animar as 7 noites de bailes e concertos, num programa que junta nomes do Folk Europeu como os russos Dobranotch, os catalães Oques Grasses, os bascos Korrontzi, os franceses Ormuz, os belgas Broes Quintet, os portugueses Celina da Piedade, Toques do Caramulo, Galandum Galundaina, Sebastião Antunes, Pedro Mestre, entre muitos outros.

No programa entram também vários projetos que foram crescendo com o Andanças, como A Batalha do Modesto Camelo Amarelo, Aqui há Baile, B’rbicacho, Naragonia, Parapente700. Conta-se ainda um grande número de grupos locais, como os Tók e Ródão ou a Banda União Artística de Castelo de Vide, fortalecendo os laços entre o festival e a comunidade.

O espaço do Festival, no vale da Barragem onde a natureza é a protagonista, acolherá também diferentes instalações artísticas que desafiam entrosamentos entre arte, expressão e natureza, questionando o papel e a relação com o meio que nos rodeia.

Andanças5

As mais de 60 atividades direcionadas a crianças e famílias incluem oficinas de dança – Capoeira, Africanas, Portuguesas, do Mundo, Urbanas –, assim como teatro, circo, oficinas criativas e de instrumentos, sessões de contos e oficinas de relaxamento.

Pensando no corpo como um todo em harmonia, estão programadas 46 atividades de relaxamento, meditação e desenvolvimento pessoal, que complementam cada dia de oficinas, concertos, bailes e passeios. Yoga, Qi Gong, Massagem Ayurvédica, Tai Chi a pares, Biodanza, são algumas entre muitas outras propostas.

Andanças3

Há ainda mais de 95 Atividades Paralelas, como oficinas de artes plásticas, passeios pela região, oficinas de gastronomia, de artes e ofícios, conversas, cinema, sessões de contos, circo e teatro.

Pode também fazer o download do Dossier de Imprensa Andanças 2016 aqui, e ver o vídeo promocional Andanças 2016 aqui.

Onde ficar

Nas proximidades do Festival existe uma grande oferta de alojamento, mas se procura locais tranquilos e eco-friendly, eis as nossas sugestões:  Na Quinta das Lavandas, em Castelo de Vide, pode desfrutar de uma experiência sensorial única num Agroturismo onde a Sustentabilidade ganha vida.

E mesmo no seio do Parque Natural da Serra de São Mamede (Castelo de Vide) convidamo-lo a descobrir a beleza natural de um lugar mágico e amigo do ambiente: a Quinta Velha do Pêro Boi.

Mais informações em www.andancas.net.