A experiência da Raquel na Biovilla

A experiência da Raquel na Biovilla

Raquel Ribeiro, uma Psicóloga aventureira amante de turismo sustentável, que partiu recentemente para explorar o mundo, conta-nos a experiência que teve na Biovilla, um projeto que já dá cartas na área da sustentabilidade em Portugal. 

“16 Julho 2014 – 24h e 4 histórias de pessoas para partilhar. 

Desde a senhora rececionista de um Hotel de massas que estava sozinha na receção durante o fim de semana mais concorrido do ano, desgastada e desmotivada, ao Senhor que há um ano recuperou duas garagens e fez um brilhante restaurante onde comi o melhor arroz de feijão de sempre, as melhores azeitonas e uma refeição de excelente qualidade, ao feliz e eficiente empregado do café que alegrou o nosso pequeno almoço com boa disposição, até ao bom almoço num negócio gourmet recentemente criado por jovens lisboetas na zona da Serra da Arrábida.
Mais uma vez chego à conclusão que de facto a vida é aquilo que escolhemos todos os dias. As pessoas são felizes quando perseguem aquilo em que acreditam. É uma atitude que dá trabalho todos os dias em que nos levantamos e decidimos simplesmente continuar a caminhar em direção aos nossos sonhos.
E é este o maior desafio e a nossa maior salvação: a (in)felicidade não escolhe castas. Está ao acesso de qualquer um que a escolha perseguir.

Biovilla Raquel

Neste fim de semana prolongado queríamos ficar hospedados na Biovilla, mas como isso não foi possível, o nosso anfitrião Filipe Alves (presidente da assembleia e responsável pela aprendizagem), convidou-nos para um final de tarde e jantar comunitário no local.

Mesmo em pleno Parque Natural da Arrábida, este projeto dispõe de 55 hectares de intervenção. Ou melhor, é tudo aquilo que a vista consegue alcançar! :) e daí a sensação de se estar completamente envolvido pela natureza, paz e tranquilidade.

Biovilla Raquel

Tal como num verdadeiro jantar comunitário, cada pessoa ficou responsável por uma tarefa para a preparação do manjar. Resultado final: 15 pessoas a desfrutarem da cooperação e de uma saudável refeição na companhia dos melhores ingredientes: os sonhos por um mundo melhor e mais justo.

Depois do jantar fomos dar um passeio ao luar, até a uma Aldeia próxima onde havia uma festa com bailarico e uma vista de cortar a respiração…

Fiquei a conhecer mais umas quantas pessoas que se preocupam com as questões ambientais, e com os efeitos de multiplicação que bons modelos têm e fiquei a saber de mais uns quantos locais e pessoas que quero conhecer. Quando entramos no caminho, o mundo abre-se para nós e descobrimos a nossa tribo…

Como sempre, são projetos onde simplesmente nos sentimos bem. Porque são orgânicos, porque nos tratam bem, porque estamos integrados num sistema holístico, porque acreditamos e lutamos todos pelo mesmo. Afinal somos mesmo muitos os que acreditamos num mundo de abundância.”

Visite o blog da Raquel exploringsustainableworlds.blogspot.pt e esteja a par das novidades que ela nos tráz da sua viagem pela América Latina, assim como a sua página no facebook https://www.facebook.com/exploringsustainableworlds/